MINI GUIA DE VIAGEM – 3 DIAS EM CURITIBA

Oi, gente!

Ai que saudade de escrever aqui! Mas viagem é sempre um bom motivo pra voltar, né?!

Muitas pessoas pediram esse post e acho importante fazer postagem no blog pois fica aqui armazenadinho com carinho para quem quiser olhar. Mostrei tudo no stories no Instagram e fiquei muito feliz quando as pessoas me falaram que estavam se sentindo em Curitiba.. Então quem não conseguiu acompanhar tem algumas dicas sobre o meu roteiro.

Vou começar contando como essa viagem inesperada surgiu!

Quem acompanha a gente, sobretudo no stories, sabe que mês passado ganhei uma viagem em um sorteio que teve   no meu trabalho onde poderia escolher um destino brasileiro (exceto Fernando de Noronha) para viajar com hospedagem para 2 pessoas garantida.

Sou apaixonada pelo sul do Brasil e como não queria praia (em janeiro nas minhas férias fui para muitas praias), resolvi passar uns dias no friozinho de Curitiba, além de ser um lugar que ainda não conhecia.

Como muitos já devem ter ouvido falar, Curitiba tem a fama de ser a Capital modelo brasileira (faz jus ao título! #comprovado), além de ser considerada também a capital mais verde do país! Tudo lá é realmente muito limpo (muito mesmo! Eu reparo muito nisso em todos lugares que passo!). Outro ponto que merece destaque são as pessoas! Elas são realmente muito educadas! É apaixonante.

Digo e repito: os curitibanos estão muito bem assistidos! A cidade realmente funciona e proporciona qualidade de vida aos seus moradores! É de se inspirar, viu São Luís? rs

Antes de viajar, separei os pontos turísticos (como sempre faço!) para facilitar a organização nos poucos dias que iria passar por lá! E nesse ponto é importante dizer que recebi muitas indicações de amigos e principalmente das seguidoras, o que foi maravilhoso porque pude interagir com várias! Além de todas as dicas terem sido super sucesso! Segui várias e realmente amei! (obrigada, de verdade!!).

Então partiu CWB, sob o meu olhar:

♥  1º dia:

Chegada em Curitiba às 9:00. Pegamos Uber até o nosso hotel que era localizado no centro da cidade (valor R$ 34,00/ tempo do aero-hotel: 20min).

Como o dia estava maravilhoso, ensolarado e com temperatura amenas, resolvi pegar o ônibus da Linha Turismo que custou R$ 45,00, onde você possui 5 tickets para decidir quais os pontos turísticos quer descer para conhecer melhor! Ele percorre 46 km em duas horas e meia! Uma oportunidade maravilhosa de conhecer a cidade, mesmo que não seja possível descer em todos os pontos! Funciona como uma ~vista geral~ da cidade.

Os meus escolhidos foram: Museu Ferroviário, Jardim Botânico, Mercado Municipal e Museu do “Olho”! Ah, detalhe: o 5º ticket serve para você utilizar para sua volta.

Pegamos o ônibus na estação Praça Tiradentes, que é o início mesmo do passeio.

 

♥ ♥  1ª parada: MUSEU FERROVIÁRIO

Instalado na antiga Estação Ferroviária de Curitiba, o Museu Ferroviário expõe peças históricas e suas instalações buscam reproduzir o antigo funcionamento da estação. Para quem curte museu é uma boa pedida pois você aprende um pouco da história do estado. No museu também foi construído um shopping, chamado Shopping Estação que tem muitas opções de lojas, cafeterias e opção de entretenimento para crianças. Gostei bastante, mas também é uma opção bem fácil de ir sem o utilizar o ticket do passeio.

 

♥ ♥ 2º parada: JARDIM BOTÂNICO

 

Esse lugar é simplesmente incrível, bem cuidado e impecável ! Estava bem cheio de pessoas e principalmente de famílias aproveitando o feriado! Cartão postal da cidade, foi o local que eu estava mais ansiosa para conhecer!

O jardim contém inúmeros exemplares da flora do Brasil e de outros países, espalhados por alamedas e estufas de ferro e vidro, a principal d0elas com três abóbadas do estilo Art Nouveau. A entrada é gratuita!! PARADA OBRIGATÓRIA.

 

♥ ♥ 3ª parada: MERCADO MUNICIPAL

O Mercado Municipal de Curitiba oferece ao visitante uma grande variedade de produtos, com destaque para os mais diversos ingredientes e temperos. Oferece também opções para quem deseja produtos orgânicos e possui duas praças de alimentação. Vale a visita para quem curte iguarias e/ou trabalha com alimentação e curte as vibes. Tem diversas cafeterias e lojinhas nos arredores e alguns barzinhos com música ao vivo. O local é bem limpo e organizado, porém o mercado de São Paulo e Belo Horizonte são maiores e mais completos.

 

♥ ♥ 4ª parada: MUSEU OSCAR NIEMAYER OU MUSEU DO OLHO

Simplesmente gigantesco! É o maior museu da América latina. Já tinha visto diversas fotos do local mas não parecida ser tão imenso. Em frente tem um pequeno food park bem cool e cheio de jovens com opções de Hambúrguer, massas, churros e cerveja artesanal. Logo abaixo tem o Bosque do Papa que da pra ir andando. Local cheio de família e grupos de amigos fazendo piquenique, passeando com animais de estimação, etc.

 

Pegamos o ônibus neste ponto de volta por conta do horário.

À noite seguindo mais uma dica de seguidora, fomos conhecer o famoso Bar do Alemão, que fica no centro (muito próximo do hotel),  fomos e voltamos andando. A decoração desse local é show, tudo da cultura alemã! Quanto ao preço da comida, devo dizer que é carinho e que os pratos são bem exóticos. Indico para quem curte beber e provar comidinhas diferentes de outra cultura!

2º dia em Curitiba:

Domingo é dia da Feira do Largo! Local que turistas e os próprios curitibanos realmente frequentam. Abre as 9h da manhã e vai até as 14h! Tem de tudo: antiguidades, artigos de decoração, comida, artesanato, artistas locais fazendo apresentações. Bem cultural!

 

Comprei alguns quadros de decoração pela pechincha de 10,00 cada um! Essa feira lembra muito a Feira de San Telmo em Buenos Aires, quem já foi lá, vai concordar comigo!

 

 

Depois de lá fomos conhecer a MERCADOTECA, lugar que recebi diversas indicações e já estava ansiosa para conhecer! Você APENAS não pode deixar de conhecer! É um galpão reformado e muito (muito mesmo) aconchegante, descolado, decoração cool, atendimento diferenciado, limpo e cheio de opções bacanas de bistrôs, docerias e comida orgânica. Não é muito grande e no dia que fomos não estava muito cheio. Possui uma área externa de vivência e com locais para sentar e apreciar sua refeição.

 

 

Os restaurantes são divididos por boxes e a maioria possui mesa compartilhada (que eu acho incrível)! Aqui também tem um espaço para crianças. Vale muito a pena a visita! Você come bem e não paga muito caro. Almoçamos lá um Hambúrguer na JPL Hamburgueria e um prato gourmet de carne do Restaurante 100% Angus:

 

Depois partiu PARQUE BARIGUI:

É o parque que os curitibanos mais frequentam, estava lotado. Lá alugamos bicicletas elétricas (amo!) para dar a volta no parque, o que é uma super dica pois dá pra conhecer tudo sem ficar cansado. Custou 15,00 por meia hora!

De lá fomos para o Park Shopping Barigui, que fica em frente ao parque. Esse shopping é bem completo, muita opção de loja (fashionistas de plantão: TEM FOREVER 21!).

À noite fomos conhecer o bairro Batel, mais especificamente o Hard Rock Café, que também  foi indicação de uma seguidora, e olha.. que indicação maravilhosa!

O Hard rock Curitiba é o único do Brasil, opção variada de bebidas e comidas e de quebra ainda tem lojinha com produtos da marca! Atendimento maravilhoso, os garçons super descolados ( certo momento ainda dançaram uma coreografia de uma música bem agitada- achei sensacional), música boa, decoração impecável com a temática e comida muito boa! O preço foi bem razoável (aceita vale refeição!!!). Aos domingos fecha 00:00!

3º e último dia:

Dia de aproveitar as últimas horas em Curitiba. Fomos na Rua 24 horas que fica no Centro, tem diversas opções de cafeteria e gastronomia. Algumas coisas estavam fechadas então não achei que o nome é apropriado (uma seguidora disse que quando foi também tinha box fechados)! Depois fui ao Shopping Curitiba que eu achei bem pequeno mas com boas lojas. Em Seguida fomos ao Shopping Pátio Batel que é luxuoso com diversas lojas de grife #chique. Almoçamos lá no Madero, que é uma Hamburgueria super famosinha! Sensacional para fechar a viagem!

RESUMÃO: Fiquei 3 dias em Curitiba, mas para conhecer melhor acho que o ideal seria ficar 5 dias pois a cidade tem muitos pontos legais para conhecer. Os curitibanos são mesmo pessoas muito educadas (eles são mais fechados que os nordestinos mas são gentis e receptivos) e conscientes de preservação ambiental e urbana! a cidade é muito bem planejada, arborizada e organizada, arquitetura linda e extremamente LIMPA! Realmente os curitibanos possuem qualidade de vida! É invejável!

 

Por fim deixo algumas DICAS VALIOSAS:

 

♥ ♥ Indico pegar o ônibus da Linha Turismo pela manhã porque dá tempo de conhecer tudo, já que o ônibus faz 23 paradas. Os pontos dos parques ficam mais pro final da rota.

♥ ♥ O ônibus funciona de terça a domingo. E de 15 e 15 minutos tem saídas.

♥ ♥ O bairro que achei mais legal, que da próxima me hospedarei, com certeza é o BATEL, pois tem muita opção noturna e inúmeros restaurantes.

♥ ♥ O passeio do Mercado Municipal é mais interessante conhecer o mercado fora a parte, não com o ônibus da Linha Turismo pois considero conhecer os parques mais interessantes.

♥ ♥ Nos locomovemos mais de Uber pela praticidade (do pagamento com cartão de crédito e pelo preço). Então não testei o serviço público mas pelo que puder ver e de ouvir amigos que já foram e utilizaram não deixa a desejar, tem horário certo para chegar no ponto de ônibus, pontos de ônibus bem estruturados em forma de túnel.

♥ ♥ Existem pontos de Wi-Fi em diversos lugares da cidade. Importante dizer que em todos os locais que disponibilizam o wi-fi, tem a conexão bem rápida!

♥ ♥ Na Feira do Lago da Ordem nem todas as bancas aceitam cartão. Indico levar dinheiro trocado.

♥ ♥ Se forem em fins de semana e/ou feriado fiquem atento pois alguns restaurantes têm o horário alterado.

♥ ♥ Não tive tempo suficiente para fazer o passeio da serra – que vai para a cidade de Morretes ( região serrana do Paraná ) mas que pelas fotos parece ser uma delícia de passeio . Custa em torno de 130,00 por pessoa, dura o dia todo.

É isso, então! Gostaram do mini guia?

Se tiverem alguma dúvida podem deixar nos comentários.

Beijos,

Ju.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.